Lidando com as emoções durante a gravidez

A gravidez é, sem dúvidas, o momento mais emocionante e marcante na vida de uma mulher. São nove meses de um intenso aprendizado, com idas e vindas às mais diversas sensações, o que leva a um tour aprofundado em seu autoconhecimento. É quando você vivencia um turbilhão de emoções e sentimentos, que provocam um misto de felicidade, incerteza e dúvidas. Para garantir uma gestação saudável e o parto tranquilo, é necessário trabalhar a estabilidade emocional e buscar compreender que os questionamentos e medos são tão normais quanto naturais na gestação.

Neste período, a mulher fica mais sensível, se emociona e chora com mais facilidade, enfim, ela está suscetível às oscilações emocionais. Aprender a lidar com as sensações que afloram neste período, é imprescindível, para que a gestante possa vivenciar esse momento de forma mais tranquila e plena.

Quando a mulher se fecha para tudo aquilo que vem sentindo, suas angústias desse período, tudo isso fica guardado internamente gerando cada vez mais desconforto e inclusive problemas físicos. Nosso corpo é a nossa morada, um lugar sagrado.

Um corpo são e em paz só tende a trazer bons frutos, confira abaixo alguns fatores importantes que ajudam a lidar de uma forma saudável com tantas emoções.

Fale sobre seus sentimentos e não sinta vergonha das emoções

Ter uma boa comunicação com o seu companheiro, pais, familiares e amigos é essencial. Escolha alguém que seja de sua confiança e converse com frequência sobre os seus medos, ansiedades, dúvidas, aflições e tristezas. Se não se sentir à vontade com seus conhecidos, procure um profissional que poderá te ajudar sem julgamentos e críticas. Esta é uma excelente forma de aliviar a carga emocional que você carrega durante a gestação. Acolha os conflitos e os entenda, para poder encontrar a superação e confiança necessárias. Fingir que eles não existem não é aconselhável, é preciso aceitá-los para compreendê-los.

Que tal escrever um diário?

Passar para o papel toda essa energia que paira dentro e fora do seu corpo, pode ser também uma boa ideia. Isto poderá lhe trazer mais leveza e momentos de reflexão. Além de poder anotar informações relevantes e fazer questionamentos que mais tarde poderão ser compartilhados com seu companheiro, familiar, médico, parteira ou servir como ferramenta de ressignificação em momentos futuros da sua vida.

Cuide de você e do seu corpo

Tire algumas horinhas do seu dia para relaxar. Exercite-se, pratique yoga, hidroginástica ou outro esporte que lhe agradar, leia um livro, tenha um hobby ou apenas tome um banho demorado. São coisas simples, mas que podem fazer uma enorme diferença no final do seu dia.

Leia sobre gestação, parto e maternidade

Faça uma leitura compartilhada. Sugira ao seu companheiro a ideia de ler livros sobre gestação, maternidade e paternidade junto com ele, assim, as dúvidas que forem surgindo já poderão ser debatidas por vocês e, quando possível, solucionadas. Hoje, com a internet, já existem muitos e-books e aplicativos que ajudam a tirar dúvidas sobre estes assuntos. Chame alguém para compartilhar dessas informações e tire proveito desses recursos.

Gostou do post? Como você tem se preparado para esse momento? Deixe um comentário!

 

 

1 Comment

  1. Régis Furquim Scaggiante Reply

    Como pai posso dizer que na gestação, mesmo para os homens, muitos processos internos adormecidos se afloram. É um excelente momento para se conhecer de forma mais profunda contando com a ajuda de um profissional especializado. Para mim pessoalmente fez grande diferença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *