Livros e filmes imperdíveis sobre parto humanizado e natural

Com a popularização dos benefícios do parto natural, humanizado e doméstico, cresceu o interesse de gestantes e profissionais da área pelo assunto. A seguir, você, gestante, profissional ou mesmo curioso confere algumas obras interessantes para se informar mais sobre este assunto.

Parto Ativo: guia prático para o parto natural (Editora Ground)

parto ativo

Leitura imprescindível para gestantes, obstetras, enfermeiras e profissionais ligados à área. O livro apresenta exercícios diversos e fáceis de serem feitos desde os primeiros meses de gestação até às vésperas do parto.

Também aborda fisiologia do parto, conceito do parto ativo, parto na água, parto domiciliar assistido, massagens durante o parto, parto de emergência e outros assuntos.

Se me contassem o parto (Editora Ground)

se me contassem o parto

O autor Frédérick Leboyer faz uma descrição simples, precisa, sutil e emocionante do processo do parto, sobretudo do parto natural. A leitura se destina a gestantes e profissionais.

Normal ou Cesária? (Editora Unesp)

parto normal ou cesaria

Livro técnico, mais indicado para profissionais do que para o público geral. Reúne artigos, textos e opiniões de diversos especialistas renomados no assunto, mostrando as possibilidades do parto normal ou humanizado e os casos quando a cesária pode ser realmente a única técnica para estes quadros.

O livro também aborda os avanços da assistência médica à parturiente e ao bebê, além de tratar de questões como o direito à escolha do parto e planejamento pré-natal.

Quando o corpo consente (Martins Editora)

quando o corpo conscente

Livro imperdível para mulheres grávidas ou mesmo profissionais da área de obstetrícia que procuram respostas objetivas para suas principais dúvidas sobre o parto natural e humanizado.

A obra explica desde como é feito o corpo humano feminino até como se preparar para deixar o bebê se desenvolver e nascer naturalmente.

Parto sem dor (Editora Ibrasa)

Parto sem dor

Polêmico, o livro baseia-se nas experiência do pesquisador Pierre Vellay, que defendia a prática da hipnose para controlar as dores sentidas no parto pelas mulheres, assim como facilitar os movimentos pélvicos para dar à luz. O método pode estar em desuso, mas não deixa de ser uma obra que aborda um pouco dos primórdios das técnicas de parto natural e humanizado atualmente.

Fala da importância da relação entre profissionais e parturientes durante o parto, construída com palavras, desabafos e toques – que deixaria a gestante mais segura e acolhida para proceder com o trabalho de parto. Vale ser lido!

O Renascimento do Parto

renascimento do parto

Longa-metragem de Eduardo Chauvet e Erica de Paula lançado em 2013 e que rendeu muitos elogios dos críticos.

O filme denuncia os mitos que sustentam a prática excessiva das cesarianas realizadas no Brasil e no mundo, sempre baeados em dados e fontes seguras de informação.

Traz ainda relatos sensíveis de mulheres que escolheram e poderiam ter realizado o parto normal, mas que por algum motivo alheio às suas vontades foram submetidas à cesariana. Também mostra o testemunho emocionado de mães que passaram pela experiência fascinante do parto natural.

A obra não pretende criticar a prática da cesariana – que ainda pode ser a melhor opção em alguns casos -, mas sim conscientizar a sociedade e o poder público da necessidade de ações e iniciativas que visem incentivar o parto natural e humanizado sempre que possível e de acordo com a preferência da mulher gestante.

Parto Natural

O documentário tem pouco mais de 16 minutos – que são suficientes para tocar e informar os espectadores sobre a importância da opção da gestante em relação ao tipo de parto que a que pretende se submeter. Com depoiments de profissionais e pacientes, fala dos benefícios e indicações do parto natural e humanizado, desmistificando a necessidade prioritária da intervenção cesariana.

Você já leu alguns desses livros ou assistiu ao filmes? O que pensa a respeito deles? Deixe o seu comentário!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *