A “Técnica da Mamada Profunda” e sua importância à amamentação

Técnica da Mamada Profunda ou “deep latch technique” é um termo utilizado por especialistas em amamentação para descrever uma forma específica de pega do mamilo pelo bebê na qual ele consegue encaixar completamente a boca e mandíbula na auréola da mama. Esta, quando acontece da maneira correta, evita muitos problemas e proporciona uma amamentação eficiente e prazerosa tanto para o bebê quanto para mãe.

A principal observação deve ser com relação a profundidade que o bico e auréola do seio entra na boca do bebê durante a mamada. No entanto muitos outros sinais devem ser levados em conta para saber se tudo está ocorrendo bem e para solucionar os problemas que possam estar acontecendo.

Sinais a serem observados para uma amamentação de sucesso

Em minha experiência vejo muitas mães que acham que seu bebê está mamando perfeitamente e na realidade não está. Por isso, é muito importante para a mãe saber reconhecer o que são sinais de problemas na amamentação para que possa tomar as medidas necessárias para solucioná-los e evitar agravamento da situação.

Confira abaixo os sinais a serem observados e sua importância:

Posição da boca e do mamilo – O bico do seio deve estar completamente dentro da boca do bebê. É muito importante também que os lábios estejam como “boquinha de peixe”, ou seja, eles devem estar para fora da boca e nunca prensados entre a gengiva e o seio.

Posição do bebê e da mãe – Alguns bebês, principalmente nos primeiros dias, que ainda estão aprendendo a mamar, não conseguem fazer a pega correta em uma posição mas em outra sim. Existem posições não tradicionais que facilitam para a mãe conseguir inserir corretamente o mamilo na boca do bebê e desta forma, favorecer a pega profunda.

Quantidade, frequência, textura e coloração das fezes e urina do bebê – Esse é um assunto extenso e muito importante. Através de uma observação atenta e consciente desses sinais é possível identificar se o bebê está ingerindo o leite em quantidade adequada para a sua idade. Como a composição e consistência do leite muda conforme vai sendo produzido de acordo com a necessidade, é esperado também que as eliminações do bebê reflitam essa mudança. Alterações nos padrões esperados podem indicar a presença de problemas que talvez não tenham ainda sido detectados em outras observações.

Frequência de mamadas por dia e peso do bebê – Apesar de cada bebê possuir seu ritmo próprio, a alta frequência das mamadas o baixo peso corporal pode indicar falta de nutrientes e líquido.

Para conhecer esses referenciais relacionados a idade, peso, aspecto e frequência das eliminações e das mamadas, baixe aqui nossa tabela de amamentação.

Cuidados importantes

É muito importante que esses sinais sejam observados dentro de um conjunto. O contexto todo deve ser considerado para se chegar a uma conclusão. O crescimento dos bebês nem sempre segue de acordo com as curvas padrões estabelecidas por modelos e isso nem sempre é sinal de problemas com a amamentação. Vejo também muitas mulheres que decidem adotar o uso de fórmulas infantis e as vezes até abandonam a amamentação sem necessidade devido a uma interpretação rígida de sinais específicos.

Minhas principais orientações

Portanto, minha orientação como profissional da área e como mãe com experiência no assunto, é: aprenda o que deve ser observado em seu bebê, conheça os referenciais básicos que indicam uma amamentação de qualidade, esteja consciente dos mitos relacionados à amamentação, estabeleça um contato profundo com seu bebê e analise tudo o que pôde observar como um contexto único e, se necessário, procure ajuda de um profissional capacitado.

Compartilhe suas dúvidas nos comentários e ajude outras gestantes e mães a entenderem sobre a amamentação.

 

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *